Não, desculpe, não me lembro, eu tenho má memória

Alguma vez aconteceu que te perguntam se você se lembra de algo, e tu a verdade tem a memória em branco e responsável por uma má memória e por mais que insistam, por mais que falem em tom sibilante, esses tons agudos não fazem com que as memórias sejam derramadas.
Pois bem, se você disse que sim, prazer em ti; eis-me, você é dos meus, e provavelmente o seu também não se lembra, mas absolutamente nada, mas nada do que você fez ontem, agora imagine pensar que foi o que você fez ou disse, na semana passada, ou mais para trás.
Se eu sei, uma loucura.
Digo, não me custa muito trabalho me lembrar o que eu fiz há pouco, e não é que seja uma memória seletiva, ou algo em minha mente bloquear as memórias traumáticas da vida, digo, que traumático pode ser escrever todo o dia, descansar e acordar tarde, mmmm, acho que nada, isso não é nada traumática então, por que esquecer as coisas?, entenderia se reprimiera uma lembrança dolorosa, isso é bom, mas havemos pessoas com tão má memória, que não lembramos nem o que dissemos há 5 minutos atrás, e isso não tem nada a ver com não ter palavra e honra para apoiar suas palavras, simplesmente esquecer o que você disse, a quem o dizes e como, assim como, o porquê.
Maldita memória a curto prazo, às vezes eu me sinto como Dory e acho que esqueceu tudo o que eu digo e faço, talvez isso seja bom, talvez esquecer as besteiras que eu faço, seja uma boa maneira para viver em paz e tranquila sem que nada do que eu fiz me submeta.
Agora, o problema é quando as pessoas insistem em saber o que foi o que disseste, ou lembrá-lo de uma conversa da qual você não tem idéia.

Pelo menos para mim insistem e me insistem dando datas, detalhes, curiosidades e dados que possam ajudar a minha mente a lembrar, mas certamente eu fico em branco, sem ter nem sequer uma pitada ou noção de que a outra pessoa está falando, eu fico com cara de quem era eu?, você não me estas a confundir?
Isso é a minha falta de memória e a minha falta de memória, como a de um cavaleiro, que me assusta não saber do que falam as pessoas. Tenho espasmos, tenho lapsus brutus como os de Elliot de Mr. Robô que tem um alter-ego que age por ele, deixando-o livre de lembranças ou, talvez, alguém usa o aparelho de Homens de Preto para apagar a minha memória a cada 5 minutos.
Não, desculpe, não me lembro, eu tenho má memória