Quais são os 5 países mais pobres do mundo? Veja aqui os índices

O mundo tem riqueza e recursos suficientes para garantir que toda a raça humana goze de um nível de vida básico. No entanto, as pessoas que vivem em países como a República Centro—Africana, O Burundi ou a República Democrática do Congo—os três mais pobres do mundo-continuam a viver numa pobreza desesperada.
A pobreza, disse o matemático Eli Khamarov, é como um castigo por um crime que não cometeu. Governos ditatoriais e corruptos podem transformar uma nação muito rica numa pobre. E assim faz uma história de colonização exploradora, estado de direito fraco, guerra e agitação social, condições climáticas severas ou vizinhos hostis e agressivos. Muitas vezes é difícil identificar uma única causa de pobreza a longo prazo, daí a razão pela qual os economistas se referem frequentemente a “ciclos” de pobreza. Por exemplo, um país endividado não poderá pagar boas escolas, e uma mão-de-obra pouco qualificada será menos capaz de resolver problemas e criar condições que atraiam Investimento Estrangeiro.
Infelizmente, não é surpreendente que todos os 10 países mais pobres do mundo se encontrem em África. Três deles estão na região do Sahel, onde secas persistentes e generalizadas causam escassez de alimentos e problemas médicos e sociais associados. Cinco deles estão sem litoral, o que os coloca numa desvantagem considerável em relação aos que têm acesso ao comércio marítimo. A descida dos preços das matérias-primas nos últimos anos torpedeou as suas melhores hipóteses de progresso. Todos experimentaram instabilidade política, eleições disputadas e conflitos étnicos ou religiosos.
O PIB per capita é a métrica padrão para medir o quão pobre ou rico uma determinada nação é comparado a outra. Para compensar as diferenças nos custos de vida e nas taxas de inflação, a paridade do poder de compra (PPC) avalia o poder de compra de um indivíduo num determinado país. A média atual nos 10 países mais pobres é de US $ 1.275 .
Os valores são expressos em Dólares internacionais correntes, refletindo as taxas de câmbio da moeda de um único ano (o ano em curso) e os ajustamentos das PPC. Fonte de dados: Fundo Monetário Internacional, base de dados World Economic Outlook, abril de 2019.

1. Madagáscar

Madagascar situa-se a 400 km da costa da África Oriental, sendo a quarta maior ilha do mundo. Conhecida pela sua espantosa vida selvagem, a florescente indústria turística não conseguiu tirar o país da pobreza. A maioria da população ainda está dependente da agricultura para sua subsistência, deixando a economia do país especialmente vulnerável a desastres relacionados com o clima. Desde que se tornou independente da França em 1960, Madagascar tem experimentado ataques de instabilidade política, golpes violentos e eleições disputadas.
Em 2013, a ex-ministra das Finanças Hery Rajaonarimampianina ganhou eleições livres e justas e, como presidente, fez da redução da pobreza e do desenvolvimento de infra-estruturas prioridades importantes.

2. Comoros

Depois de conquistar a independência da França em 1974, Comores passou por um longo período de instabilidade política que atrapalhou a atividade econômica e forçou muitos a deixar o país.
O atual presidente Azali Assoumani—que voltou ao poder pela terceira vez em 2016-introduziu uma série de reformas estruturais e programas de redução da pobreza. No entanto, a incerteza política persiste, as contas fiscais estão numa situação difícil e as grandes falhas de energia que tornam impossível a gestão de uma empresa são a norma.

3. Sudão

Sudão do Sul é a mais nova nação do mundo. Nasceu em 9 de julho de 2011, seis anos após o Acordo que terminou o conflito com o Sudão, A Guerra civil mais longa da África. No entanto, a violência continuou a devastar este estado sem terra de 12,5 milhões. Formado pelos 10 territórios do Sul do Sudão e lar de cerca de 60 grupos étnicos indígenas, um novo conflito eclodiu em 2013, quando o presidente Salva Kiir acusou seu ex-adjunto, o líder rebelde Riek Machar, de encenar um golpe. Como resultado, estima-se que cerca de 400.000 pessoas foram mortas em confrontos e mais de 4,3 milhões foram deslocadas.

4. Libéria

A república mais antiga da Libéria também se classificou entre as nações mais pobres por mais tempo. Embora o país tenha gozado de paz e estabilidade desde o fim da guerra civil em 2003, os seus governos não conseguiram resolver adequadamente os graves problemas sistémicos e os desafios estruturais. Para aumentar as dificuldades, este país de apenas 4,7 milhões lutou para recuperar do declínio dos preços das commodities e da grande epidemia de Ebola que atingiu a África Ocidental em 2014.

Conquistas do Bolsa Família até 2020 – Números atualizados

A desigualdade e a pobreza andam de mãos dadas no Brasil há décadas e até séculos, resultado de modelos de crescimento não inclusivos e de políticas sociais regressivas. Na segunda metade do século XX, o Brasil tem sido um dos países mais desiguais do mundo, com economistas cunhando expressões como “Belíndia – uma sociedade que consiste de uma pequena Bélgica de prosperidade em um mar de pobreza Indiana”.  Durante anos, os 60% mais pobres da população tinham apenas 4% da riqueza, enquanto os 20% mais ricos detinham 58% de todo o bolo.
Há dez anos este mês, o Presidente Lula lançou o inovador Programa Bolsa Família fomentando e coordenando espalhados iniciativas existentes em um simples e poderoso conceito: confiar as famílias pobres com pequenas transferências de dinheiro em troca de manter seus filhos na escola e participar de cuidados de saúde preventiva visitas. Os Pagamentos Bolsa Família são feitos somente a famílias que estão consideradas na linha da pobreza, e portanto, ganham menos de 2,5 salários mínimos per capita. Ao todo são mais de 1,2 milhões de pessoas beneficiadas até a edição do programa de 2020.

Os números do Bolsa Família – quais as conquistas?

O Bolsa Família foi recebido com considerável ceticismo. Afinal de contas, o Brasil era tradicionalmente um grande gastador nos setores sociais, com 22% do PIB gasto em educação, saúde, proteção social e segurança social.  Uma das imagens utilizadas pelos acadêmicos foi que atirar dinheiro de um helicóptero seria tão eficiente quanto chegar aos pobres, dada a frustração do Brasil com a falta de resultados.  Como poderia O Bolsa Família, com cerca de meio por cento do PIB, mudar este cenário sombrio?
Dez anos após a BF ter sido fundamental para ajudar o Brasil a reduzir para metade sua pobreza extrema – de 9,7 para 4,3% da população. Mais impressionante, e em contraste com outros países, a desigualdade de renda também caiu marcadamente, para um coeficiente de Gini de 0,527 uma redução impressionante de 15%. O BF agora atinge quase 14 milhões de lares-50 milhões de pessoas ou cerca de 1/4 da população, e é amplamente visto como uma história de sucesso global, um ponto de referência para a Política social em todo o mundo.
números do Bolsa Família
Igualmente importante, estudos qualitativos têm destacado como as transferências regulares de dinheiro do programa têm ajudado a promover a dignidade e a autonomia dos pobres. Isto aplica-se especialmente às mulheres, que representam mais de 90% dos beneficiários.
Além deste impacto imediato da pobreza, um segundo objetivo fundamental do Bolsa Família era quebrar a transmissão da pobreza dos pais para as crianças, aumentando as oportunidades para a nova geração através de melhores resultados em Educação e saúde. A avaliação dos progressos neste objetivo exige um acompanhamento a mais longo prazo, mas os resultados até agora têm sido muito promissores.
O Bolsa Família aumentou a frequência escolar e a progressão da nota.  Por exemplo, as hipóteses de uma menina de 15 anos estar na escola aumentaram 21%. Crianças e famílias estão mais bem preparadas para estudar e aproveitar oportunidades com mais visitas pré-natais, cobertura de imunização e redução da mortalidade infantil. A pobreza lança invariavelmente uma longa sombra sobre a próxima geração, mas estes resultados não deixam dúvidas de que o programa melhorou as perspectivas para gerações de crianças. Ao mesmo tempo, os receios acerca de consequências não intencionais, tais como possíveis incentivos ao trabalho reduzidos, não se materializaram. De fato, o aumento da renda do trabalho tem sido outro fator crítico na redução da pobreza e da desigualdade no Brasil durante este período.

ENEM no Brasil – Tudo o que você precisa saber.

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) foi iniciado em 1998. Em 2009, o exame ENEM passou por uma transformação. O ENEM é um exame nacional padronizado, não obrigatório, administrado e operado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa do Ministério da Educação (INEP). Ele testa o nível de conhecimento dos alunos do ensino médio no Brasil. Em 2013, mais de 7,1 milhões de estudantes se inscreveram na ENEM. Existem milhares de sites na internet sobre o tema, o mais recomendado sobre o assunto é o www.enem2019.eco.br

 

O exame ENEM é composto por 180 estudantes de perguntas e testes de escolha múltipla em cinco áreas principais, nomeadamente ciências naturais, matemática, ciências humanas, português e Inglês ou espanhol como língua estrangeira. Os alunos também são obrigados a escrever um ensaio.

Utilização do ENEM

O ingresso é utilizado como um exame de admissão para inscrição em muitas universidades do Brasil, bem como para um diploma de ensino médio. O exame é igualmente utilizado por indivíduos que pretendem ganhar pontos na “Universidade para todos”, ou ProUni, um programa de bolsas de estudo federal (Programa Universidade para Todos).

 

Cartão de confirmação cartão de confirmação inclui o número de registo do requerente, a data, a hora, o centro de exames, a escolha da língua estrangeira (espanhol ou inglês) e o pedido de certificação (se existir).

Você também pode obter o seu cartão de confirmação através do site INEP. Clicar

 

Para acompanhar a sua candidatura, visite “Siga a sua assinatura”

Despesa

As taxas de inscrição variam de modo a verificar o site oficial. Clique no ‘Siga a sua assinatura’ e pague a taxa necessária. Além disso, são concedidas isenções nas taxas.  Depois de pagar as taxas necessárias, a prova de registro estará disponível no site INEP.

Alojamento Especial

Se o requerente quiser obter alojamento especial, nesse caso, deve mencionar sobre ele no momento da inscrição, sob a opção “pedido de cuidados especializados”, com documentação adequada.

Pontuação ENEM

O exame é corrigido por dois especialistas de forma independente. Cada especialista atribui uma pontuação entre 0 a 200 pontos para cada uma das cinco áreas do conhecimento, contribuindo, assim, para um total de 1.000 pontos.

A nota final corresponde à média aritmética simples das Pontuações dadas pelos dois peritos. Se houver uma diferença de 100 ou mais pontos entre as duas classes de superfície numa escala de 0 a 1000 ou se a divergência for superior a 80 pontos numa escala de 0 a 200 , nesse caso, o ensaio passará por uma terceira correção.

Resultados da ENEM

Os resultados do exame ENEM são enviados pelo INEP à instituição selecionada pelo requerente da certificação.

 

Quais são os tipos de carreiras públicas

carreiras publicas

Que atire a primeira pedra quem nunca sonhou em ter um emprego estável, com uma excelente remuneração e possibilidade de crescimento…

Diante da crise econômica vivenciada por diversos estados do país, para muitos brasileiros, ser aprovado em um concurso público é a única forma de ter estabilidade financeira e profissional.

Para quem está buscando esta opção, mas ainda não sabe em qual área seguir, separamos abaixo alguns tipos de carreiras públicas que podem motivar a sua escolha.

Concurso por carreira – Como ingressar?

Ser aprovado em um concurso é uma das principais formas de ingressar na carreira pública.

A seleção dos candidatos costuma ser feita por meio de provas, que avaliam a capacidade e habilidade dos participantes em desempenhar a função pretendida.

Mesmo aprovado, para se ter direito ao cargo, o participante deve estar de acordo com todas as exigências do edital.

Tipos de carreiras públicas

 

Carreira Bancária

 

A carreira bancária costuma movimentar uma boa quantidade de vagas no país, atraindo muitos candidatos de nível Médio, para a função de Escriturário.

As seleções para o BNDES, Banco Central, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Banrisul e outros costumam ser bastante aguardadas pelos concurseiros formados em Administração, Ciências Econômicas ou Contábeis.

Se você se identifica com esta área, é hora de aproveitar!

O Banco de Brasília – BRB divulgou, recentemente, um edital com 100 vagas + cadastro de reserva, com remuneração de R$ 3.204,26. As inscrições iniciam no dia 9 de junho e a prova será aplicada em 18 de agosto.

 

Carreira Policial

 

A atuação nesta carreira representa uma posição de prestígio e valorização para diversos profissionais.

O Brasil conta com 54 órgãos de polícia, sendo 27 destinados a Polícia Civil e outras 27 para a Polícia Militar, isso sem contar com a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

Considerando esta estimativa, é uma área em que não faltam oportunidades tanto para nível Médio quanto Superior.

Exemplo disso são os concursos abertos SP, em que a Polícia Militar de São Paulo – PM SP oferece 2.700 vagas para Soldados, com salário de R$ 3.164,58 e também 190 oportunidades para Aluno Oficial, com remuneração de R$ 3.116,76.

Carreira Jurídica

 

Desejada pela maioria dos estudantes e bacharéis de Direito, a carreira jurídica é composta, principalmente, pelos cargos de Delegado, Juiz, Promotor, Procurador, Defensor Público e Analista Judiciário.

Para quem busca uma oportunidade nesta área, destacamos em concursos abertos a seleção para o Ministério Público de Santa Catarina – MP SC, que oferta 23 vagas para o cargo de Promotor de Justiça Substituto.

Para aqueles que desejam focar na preparação antes da publicação do edital, recomendamos acompanhar os futuros concursos abertos no Paraná.

Uma boa dica será a seleção do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região – TRT 9 que, embora ainda não tenha expectativa para sair, já possui uma comissão formada.

Agora que você já conhece um pouco sobre as carreiras públicas, chegou a hora de definir a sua área, levando em consideração a sua formação e outros interesses pessoais, e focar na sua preparação. Bons estudos!

Importação: Sua empresa pode Ganhar Mais!

Se você importa ou pretende entrar nesse ramo do mercado internacional esse post é para você. Toda pessoa jurídica que revende produtos tem em seu acervo, diversos itens que busca diariamente nos balcões dos fornecedores.

Estes fornecedores por sua vez, muitas vezes importam estes itens por meio de uma operação bem estruturada, dando ao empresário a ideia de que ele jamais conseguiria preços como os do seu fornecedor. O empresário não acredita que sua empresa tem o potencial de estabelecer uma operação complicada de importação dos itens que revende, aos olhos dele, somente é possível iniciar uma operação de importação se o volume de compras chegar a um ou mais containers. Por muitas vezes o mito de que para uma pequena empresa com uma demanda mais modesta a importação não compensa imobiliza o empresário e rouba dele a oportunidade de lucrar mais e otimizar suas vendas. Com o apoio de empresas especializadas como a Brasil Importex, o atravessador deixa de ser uma necessidade para estas empresas. Comprar direto passa a ser possível, viável e o empresário não necessita sequer mudar a sua rotina pois quem faz toda a gestão deste tipo de operação do início ao fim é a empresa de comércio exterior.

Importação: Sua empresa pode Ganhar Mais!

Importe direto. Você ganha mais!

Atualmente, a tecnologia e as legislações fizeram da importação um processo lógico e possível de se ajustar para cada realidade empresarial. Com a devida assessoria, as empresas seguem 7 passos, juntamente com seus procedimentos e conseguem assim, importar com segurança.

Tudo se inicia com a descoberta do potencial de cada negócio. As empresas recebem a visita de um consultor em comércio exterior, que avalia quantos e quais itens são possíveis de serem importados. Uma vez determinado que a importação pode ser considerada como opção estratégica para reduzir custos e estabelecer um contato direto com o mercado internacional o consultor passa às etapas iniciais, são eles: busca de fornecedores no exterior, solicitação de amostra dos produtos e estudo final de viabilidade. Se o empresário aprovar o fornecedor, a amostra e os números baterem, é hora de habilitar sua empresa documentalmente para estar no Radar de empresas que importam no mundo. Esta etapa é como o passaporte para as empresas conhecerem melhor o exterior.

Deste ponto em diante, inicia-se a importação propriamente dita. O empresário faz o pagamento, enquanto sua consultoria em comércio exterior avalia as situações de câmbio e seleciona o modal mais vantajoso para a operação. Esta etapa é gerida até o momento do embarque da carga.

Importação Sua empresa pode Ganhar Mais Ainda

Adiante, quando a carga chega no país, uma informação de presença de carga é emitida e entra em ação os serviços de desembaraço aduaneiro para garantir que a carga seja liberada da forma correta. É nesse momento que a carga entra num momento que exige a atenção de profissionais experientes, a parametrização. Nesta etapa, dependendo do nível de controle da carga os procedimentos de verificação e liberação são determinados, classificando cada carga por cores. Com as verificações em ordem, é emitida a nota fiscal e a carga é então liberada para ser transportada até o endereço de entrega registrado. A Brasil Importex atua até o produto ser entregue, emitindo um relatório final da operação e permanecendo à disposição para eventuais necessidades de contato no pós-venda. Caso exista qualquer erro ou danos às mercadorias, o trabalho de consultoria entra em ação, entrando em contato com o fornecedor e estabelecendo os acordos para a próxima operação.

Para que tudo ocorra de acordo com os planos no momento da importação , é necessário estar atento a todas as etapas do processo citadas acima. E estar também preparado caso algo não saia como o planejado.

Nesse ponto entra a atuação da assessoria para importação, no qual irá guiar todo o processo de importação, representando você e a sua empresa no mercado internacional.

Se a sua empresa busca um parceiro para otimizar seus custos por meio da importação, entre em contato conosco. A Brasil Importex é uma das principais empresas de importação que alia conhecimentos como estes ao time de experts em análise técnica, que mapeia a necessidade real de cada projeto, prevê as limitações e a escalabilidade da operação do início até o fim da sua demanda.

Entre em contato hoje mesmo e solicite a visita de um dos nossos consultores para agregar mais valor ao seu projeto. Entenda como somente uma empresa experiente pode oferecer a garantia e a execução que você espera de uma parceria como esta. Conte conosco!

O que é uma estrutura pré-fabricada?

Os pré-fabricados de concreto têm ganhado cada vez mais espaço na construção civil. Não sabe, ao certo, o que eles são? Sem problemas: veja essa informação aqui e saiba quais são seus principais benefícios.

 

 

O que é um pré-fabricado?

 

Trata-se de uma estrutura fabricada em concreto, como um pilar, viga, parede, laje, entre outros. Tais estruturas são produzidas em indústrias e seguem normas rígidas de qualidade estabelecidas pela ABNT.

 

Curiosamente, os pré-fabricados são bastante utilizados em construções industriais, mas aos poucos vêm ganhando espaço em obras residenciais e o motivo disso é que eles proporcionam excelentes benefícios em curto e longo prazos.

 

 

Benefícios do uso de pré-fabricados

 

  1. Alta qualidade das estruturas, o que garante construções robustas, resistentes a danos e com acabamento diferenciado;
  2. Redução drástica de mão de obra e do desperdício de materiais em construções, porque as estruturas utilizadas para a edificação já estão prontas;
  3. Eliminação da geração de entulho e garantia de um canteiro de obra melhor organizado;
  4. Redução significativa do tempo de obra (cerca de 25%), porque todas as estruturas foram previamente fabricadas;
  5. Minimização do risco de o custo da obra sofrer alteração no decorrer da construção.

 

Diferença entre pré-fabricados e pré-moldados

 

Ao investir em uma obra, é comum se deparar não somente com o termo pré-fabricado, mas também com o pré-moldado. É aí que surge a dúvida: afinal, qual a diferença entre eles?

 

Curiosamente, os pré-moldados de concreto e os pré-fabricados são quase a mesma coisa. Ambos são estruturas prontas utilizadas em construções, mas existe uma diferença fundamental entre eles.

 

O pré-fabricado é, necessariamente, produzido industrialmente, enquanto o pré-moldado é fabricado dentro do canteiro de obras, por uma equipe técnica especializada.

 

Um detalhe importante é que tanto o pré-fabricado como o pré-moldado são produzidos seguindo normas rigorosas da ABNT, de modo a assegurar a excelência e segurança às estruturas utilizadas na obra.

Apneia do Sono: o que você precisa saber

apneia do sono

A apnéia do sono se manifesta por paradas involuntárias da respiração, “apneias”, que ocorrem durante o sono. A apnéia do sono geralmente ocorre em pessoas que estão acima do peso, idosos ou que estão roncando muito.

Estas pausas respiratórias duram, por definição, mais de 10 segundos (e podem chegar a mais de 30 segundos). Eles ocorrem várias vezes por noite, com frequência variável. Os médicos consideram que são problemáticos quando há mais de 5 por hora. Em casos graves, elas ocorrem até mais de 30 vezes por hora.

Estas apnéias interrompem o sono e resultam principalmente em fadiga ao acordar, dores de cabeça ou sonolência durante o dia.

Enquanto a maioria das pessoas com apnéia do sono ronca alto, o ronco e a apneia não devem ser confundidos. O ronco não é considerado um problema de saúde em si e raramente é acompanhado por pausas respiratórias. Pesquisadores estimam que 30% a 45% dos adultos são roncadores regulares. Veja nossa planilha Snoring para mais informações.

 

Causas da apnéia do sono

Na maioria dos casos, as apnéias ocorrem devido ao afrouxamento dos músculos da língua e da garganta, que não são suficientemente tônicos e bloqueiam a passagem do ar durante a respiração. Assim, a pessoa tenta respirar, mas o ar não circula por causa da obstrução das vias aéreas. É por isso que os médicos falam sobre apneia obstrutiva ou síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS). Essa frouxidão excessiva é especialmente importante para os idosos, cujos músculos são menos tônicos. As pessoas obesas também são mais propensas a dormir apnéia porque o excesso de gordura no pescoço diminui o tamanho das vias aéreas.

Mais raramente, apnéias são devido a um mau funcionamento do cérebro, que deixa de enviar a “ordem” da respiração para os músculos respiratórios. Neste caso, ao contrário das apnéias obstrutivas, a pessoa não exerce esforço respiratório. Isso é chamado de apnéia do sono central. Este tipo de apneia ocorre principalmente em pessoas com uma doença grave, como doença cardíaca (insuficiência cardíaca) ou uma doença neurológica (por exemplo, meningite, doença de Parkinson …). Eles também podem aparecer após um derrame ou em casos de obesidade muito significativa. O uso de pílulas para dormir, narcóticos ou álcool também é um fator de risco.

Muitas pessoas têm apnéia do sono “mista” com apnéia obstrutiva e central alternada.

A freqüência de apneia do sono é muito alta: é comparável a outras doenças crônicas, como asma ou diabetes tipo 2. A apnéia do sono pode afetar adultos e crianças, mas sua freqüência aumenta fortemente com a idade.

É 2 a 4 vezes mais comum em homens do que mulheres, antes de 60 anos. Após essa idade, a frequência é a mesma para ambos os sexos6.

A estimativa da prevalência varia de acordo com o grau de gravidade considerado (número de apneias por hora, medido pelo índice de apnéia-hipopnéia ou IAH). Alguns estudos na América do Norte estimam a frequência de apneia obstrutiva do sono (mais de 5 apnéias por hora) em 24% para homens e 9% para mulheres. Cerca de 9% dos homens e 4% das mulheres teriam uma forma moderada a grave de apneia obstrutiva do sono 1,2.

 

Complicações possíveis

A curto prazo, a apnéia do sono causa fadiga, dores de cabeça, irritabilidade … Também pode incomodar o cônjuge, porque muitas vezes é acompanhado por roncos sonoros.

A longo prazo, se não for tratada, a apneia do sono tem muitas consequências para a saúde:

Doenças cardiovasculares. A apnéia do sono aumenta significativamente o risco de doença cardiovascular por meio de mecanismos que não são totalmente decodificados. Sabe-se, no entanto, que cada pausa respiratória provoca uma deficiência de oxigenação do cérebro (hipóxia), e que cada despertar repentino provoca um aumento na pressão arterial e no ritmo cardíaco. A longo prazo, as apnéias estão associadas a um risco aumentado de problemas cardiovasculares, tais como: hipertensão, acidente vascular cerebral, infarto do miocárdio (ataque cardíaco), arritmias cardíacas (arritmia cardíaca) e insuficiência cardíaca. Finalmente, em caso de apnéia significativa, o risco de morrer repentinamente durante o sono é aumentado.

Depressão. Falta de sono, fadiga, necessidade de cochilos e sonolência estão associados à apneia do sono. Eles diminuem a qualidade de vida das pessoas afetadas, que muitas vezes sofrem de depressão e isolamento. Um estudo recente mostrou ainda uma ligação entre a apnéia do sono e o comprometimento cognitivo em mulheres idosas.

A apneia do sono também pode resultar em uma maior propensão de acidentes, particularmente no trabalho e em automóveis.

 

CPAP e apneia do sono

CPAP é usado para manter caminhos respirando quando você dorme. Um pequeno insuflador de ar localizado na máquina de CPAP expele o ar através de um tubo flexível. O tubo está ligado a uma máscara cpap que é colocada no nariz, ou no nariz e sua boca, quando você dorme. Circulação de ar constante o tubo impede as vias aéreas do nariz e da garganta de encolha assim sua respiração não será interrompida

A pressão positiva contínua, como o nome sugere, fornece um fluxo de ar a uma pressão contínua que mantém as vias aéreas abertas.